laboratório de biologia celular e molecular

O fenômeno de morte celular foi, durante muitos anos, negligenciado cientificamente em favor de outros processos biológicos tais como ativação, proliferação e diferenciação celular.

Embora a importância da morte celular durante o desenvolvimento dos organismos já tivesse sido sugerida há quase meio século atrás, foi sua classificação bioquímica e morfológica que ajudou a esclarecer e definir o papel fisiológico desse fenômeno.

Assim, do ponto de vista da biologia celular, a morte causada por injúria e caracterizada por um aumento do volume celular e perda da integridade das membranas plasmáticas e das organelas, seguida de uma desorganização citoplasmática e dissolução nuclear, foi definida como necrose.

Em comparação, a morte “fisiológica” observada, por exemplo, durante a eliminação das membranas interdigitais que ocorre no desenvolvimento de certos vertebrados, formação dos vilos intestinais, diferenciação da retina, ou durante o processo de ontogenia dos timócitos, foi denominada apoptose.

Este processo é, em geral, caracterizado pela condensação da cromatina, degradação do DNA genômico em fragmentos oligonucleosomais, perda do volume e aumento da granularidade celular, manutenção da estrutura das organelas, formação de “pregas” na membrana plasmática e consequente fragmentação celular em corpos apoptóticos.

Além disso, outra peculiaridade deste tipo de morte celular, talvez a mais marcante delas, é que células apoptóticas são rapidamente reconhecidas e fagocitadas, evitando-se, desta forma, a indução de reações inflamatórias in vivo.

Desde então, o campo da biologia da morte celular tem se desenvolvido amplamente, sendo responsável pela caracterização de novas moléculas e vias de transdução de sinais bioquímicos inter e intracelulares, contribuindo na geração de conceitos fundamentais para o entendimento de outros fenômenos biológicos, tais como oncogênese, tolerância e autoimunidade, citotoxicidade e imunoprivilégio.

LINHAS DE PESQUISA
>Apoptose e o Sistema Imune
>Controle Molecular da Morte Celular

Laboratório de Biologia Celular e Molecular do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) | Universidade de São Paulo (USP)
Tel.: (11) 3091-7362 | Fax: (11) 3091 7224

Compartilhe Isso

Responder