Inovação e Imunidade em Rede: Conectando Ciência, Saúde e Futuro no Brasil

Nossa missão é manter a imunologia brasileira em padrões internacionais

O

O Instituto

O Instituto de Investigação em Imunologia – iii foi criado em 2001 como um dos Institutos do Milênio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq e do então Ministério da Ciência e Tecnologia (atual Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC). Em 2008, os Institutos do Milênio foram transformados em Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia – INCTs. Existem atualmente 101 INCTs no Brasil vinculados ao MCTIC.Desde sua criação, o iii-INCT desenvolve um trabalho em rede que reúne, atualmente, 34 pesquisadores de 17 centros de pesquisa localizados em 6 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Os cientistas

Os pesquisadores do iii-INCT são responsáveis por uma parcela considerável das publicações científicas em imunologia no Brasil, disseminando tecnologia de ponta e colaborando com a formação de doutores, mestres e alunos de iniciação científica.

Os

As pesquisas

Os projetos desenvolvidos atualmente pelos pesquisadores do iii-INCT estão divididos em seis áreas temáticas. Cada uma reúne especialistas que trabalham de forma integrada, dinâmica e eficiente, compartilhando conhecimentos e ações.

9 de junho - Dia Nacional de Imunização - Vacinas salvam vidas

Confira o vídeo

9 de junho - Dia Nacional de Imunização -

Nosso blog

Confira nossas últimas noticias

Ver todas as publicações
Um novo nicho para explorar: o interstício
Imunologia

Um novo nicho para explorar: o interstício

The Scientist é um veículo de informação científica que traz sempre assuntos instigantes e pontos de vista inesperados. Uma das matérias recentes, escritas pela neurocientista e excelente redatora cientifica Iris Kulbatski (https://www.the-scientist.com/interstitium-a-network-of-living-spaces-supports-anatomical-interconnectedness-71803), trata de uma nova área de estudos, descrita, em 2018, pelo Professor de Patologia da New York University Neil Theise na Sci. Rep. (https://doi.org/10.1038/s41598-018-23062-6). Trata-se de uma vasta rede de interconexão entre órgãos próximos ou afastados, mantida por estruturas proteicas ricas em colágeno. O tecido intersticial sempre foi deixado de lado, sendo considerado sem importância na função do organismo, sendo a ele atribuído apenas uma vaga função estrutural. No entanto, essa rede proteica, na verdade, permite a passagem de fluidos em todas as direções, constituindo uma via importante de informação seja através do transporte de células e moléculas como citocinas, quimiocinas ou fatores de crescimento, seja por estímulos mecânicos gerados pela rede de fibras. Além disso, o colágeno, quando empilhado suficientemente, passa a ser piezoelétrico, gerando correntes elétricas que transportam certas moléculas em detrimento de outras. O ácido hialurônico presente em grandes quantidades no interstício também tem propriedades elétricas que agem como filtro no transporte de moléculas. Várias publicações indicam que essas características do tecido intersticial têm um importante papel na regeneração de tecidos, na facilitação de metástases e participação importante na sepse e no edema periférico. Uma lista de artigos sobre o tema está disponível para os interessados, ao final da matéria.

III NA ABC
Imunologia

III NA ABC

A Academia Brasileira de Ciências acaba de receber em cerimônia de apresentação, seus novos membros aprovados na assembleia geral ao final de 2023. O iii-INCT, agora, tem 5 membros titulares. O novo membro é a Profa. Ana Maria Caetano de Faria da Universidade Federal de Minas Gerais, que passa a integrar o grupo do iii juntamente com Manoel Barral-Netto, Aldina Barral, Marcello Barcinski e Jorge Kalil. A Profa. Ana Caetano tem estudado, ao longo de muitos anos, aspectos importantes da imunologia de mucosas e é conhecida pelo seu trabalho pioneiro na tolerância oral, que inclui o desenvolvimento de probióticos para tratamento de doenças inflamatórias intestinais. O iii-INCT parabeniza Ana Caetano!